Metodologia OKR: o que é, como funciona e dicas para implementação

Qualquer empresa que almeja alcançar resultados satisfatórios precisa de um direcionamento. Isto é, indicação de como atingir seus objetivos. A metodologia OKR, utilizada por organizações renomadas em todo mundo, é uma das opções mais satisfatórias nesse sentido. 

O método que conceitua-se por ciclos ágeis, proporciona mais foco, integração e disciplina para todos os envolvidos. Quer entender melhor o que significa OKR e como implementá-lo em seu negócio? Então continue a leitura para ficar por dentro do assunto. 

O que é OKR? Origem e conceito

OKR é a sigla para Objectives and Key Results (Objetivos e Resultados-Chave) e foi criado na década de 70 pelo presidente da Intel, Andrew Grove. 

O empresário criou a metodologia como forma de lidar com os rápidos avanços tecnológicos que aconteciam na época. Os negócios precisam se adaptar rapidamente às constantes mudanças do mercado e, portanto, precisam de um modelo de gestão que acompanhasse essa premissa. Então, a solução foi a criação do OKR. 

Grandes empresas como o Google, Airbnb e Spotify fazem uso do método em suas rotinas de trabalho. 

A metodologia fundamenta-se na definição de objetivos e metas como meio de criar alinhamento e engajamento em toda a organização. Para isso, toda a equipe é envolvida no processo de criação, acompanhamento e reavaliação destes resultados. 

Como funciona o OKR?

Na metodologia OKR, os objetivos e metas são definidos em conjunto com as próprias equipes. São levados em consideração os objetivos macros da empresa e cada departamento determina metas próprias que podem ajudar o negócio a alcançá-los.

A empresa deve definir a periodicidade dos ciclos, que em geral possuem em torno de 2 a 3 meses, podendo chegar a no máximo um ano. Ao final desses ciclos, as metas são reavaliadas, podendo ser mantidas ou modificadas quando elas perdem seu propósito. 

A sua estrutura passa pela definição de dois pontos principais, que são os objetivos e os resultados-chave, como seu próprio nome já indica. 

  • Objetivos: é a definição daquilo que a empresa deseja alcançar, ou seja, quais são os focos para o período determinado. Os objetivos são descrições qualitativas. 
  • Key Results: são metas definidas para avaliar o progresso rumo aos objetivos definidos. Elas são, necessariamente, quantitativas e mensuráveis, sendo indicado ter apenas de 2 a 5 indicadores-chave. 

Exemplos de OKR

Vamos a um exemplo de OKR para deixar a metodologia ainda mais clara para você. Digamos que um dos objetivos de seu negócio seja o de melhorar a satisfação dos clientes com seus serviços. Com o objetivo definido é preciso criar indicadores para mensurá-lo. 

Neste caso, você poderá medir esse resultado com metas como: 

Net Promoter Score (NPS)

Pesquisa aplicada com os clientes de tempos em tempos para avaliar a probabilidade deste cliente indicar seus serviços. As notas vão de 0 a 10 e a partir delas os clientes são classificados como detratores, neutros e promotores. 

O resultado do NPS de seu negócio é subtração da porcentagem de promotores pela de clientes detratores. 

Churn Rate

É o indicador que avalia a taxa de clientes que finalizam o contrato com o seu negócio. 

Para calcular a porcentagem de Churn deve-se utilizar a seguinte fórmula: 

(Clientes que cancelaram o serviço durante o mês/Clientes no início do mês) x 100

Digamos que sua empresa tinha 100 clientes no início do mês e ao final desse período houve uma defasagem de 10 deles. Logo, sua taxa de churn é de 10%. 

De acordo com especialistas, um número saudável de churn gira em torno de 7%.

Como estruturar a metodologia OKR?

Listamos abaixo algumas características importantes para a implementação do método OKR em seu negócio. Confira! 

Defina metas específicas

É indicado que cada departamento tenha metas específicas sobre o trabalho desempenhado por eles mesmo. Ou seja, cada área deve entender qual é o seu papel na busca pelo objetivo principal e, portanto, deve ter indicadores que mensuram o seu êxito. 

Além disso, essa definição clara de metas ajuda a manter todos os colaboradores motivados e alinhados com o OKR. 

Defina os objetivos entre top-down e bottom-up

A definição entre top-down e bottom-up é comum na prática de OKR e diz respeito ao equilíbrio entre os objetivos propostos pelas lideranças e aqueles escolhidos por toda a equipe. 

Recomenda-se que essa divisão seja de 40% dos OKRs sendo definidos pelos líderes e os outros 60% pelos colaboradores. 

Dessa forma, há garantia de que o interesse da empresa está sendo priorizado e de que a visão de todos está sendo levada em consideração no processo. 

Crie recompensas

O método de OKR baseia-se na definição de metas e objetivos, portanto, é interessante que seja estipulado recompensas quando eles forem alcançados. 

Assim, a empresa garante um maior engajamento dos membros da equipe. 

Faça reuniões periódicas

As reuniões para avaliação dos resultados dos OKRs são fundamentais para manter todos atualizados e motivados. É indicado que haja certa frequência nesses encontros, podendo ser semanais ou quinzenais. 

Com isso, a empresa garante também que a metodologia faça parte integral da cultura organizacional. 

Além disso, todos precisam estar cientes quanto aos prazos para entrega dos resultados (lembrando que costumam ser de 2 a 3 meses) e definição dos próximos OKRs. 

Evolua gradualmente 

Apesar de ser uma metodologia simples, é comum que haja inconstâncias no início de sua implementação. Portanto, você pode implementá-la de forma gradual. 

Por exemplo, você pode começar definindo apenas um objetivo e com metas mais simples e que já são comuns à rotina da empresa. 

Aos poucos vá evoluindo de fase até chegar a níveis mais avançados, que no caso do método OKR são conhecidos como Stretch Goals, ou seja, metas que forçam o time a sair da zona de conforto. 

Vantagens do método OKR

  • Abordagem ágil, com ciclos de metas curtos que permitem que as empresas se adaptem mais rapidamente às mudanças do mercado; 
  • Metodologia simples e de fácil assimilação; 
  • Proporciona maior alinhamento entre toda a equipe e da mesma com os objetivos da empresa; 
  • Melhora o foco e aumenta a motivação de todos os colaboradores;
  • Direciona e simplifica o caminho até os objetivos. 
publicado em janeiro 24, 2022
por E-Dialog Agência
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Open chat