Profissional T-Shaped: o que é preciso para se tornar um? 

profissional t-shaped

Com um mercado cada vez mais competitivo, as empresas precisam de profissionais que sejam capazes de lidar com os desafios de uma rotina de trabalho volátil. Neste sentido, um perfil ganha destaque: o profissional t-shaped. 

Você sabe o que significa ser t-shaped? Quer saber como esse tipo de colaborador pode beneficiar o seu negócio? E como se tornar um? Vamos responder a todas essas perguntas neste artigo. Continue lendo e fique por dentro. 

O que é um profissional T-Shaped?

O termo t-shaped foi criado por Tim Brown, CEO da IDEO, uma empresa de design da Califórnia, EUA. Em tradução livre, significa “em forma de T”. 

Portanto, essa expressão foi escolhida por conta do formato da letra T, que passa a ideia visual por trás do conceito. Basicamente, diz respeito a um tipo de profissional que possui dois conjuntos de habilidades/competências, sendo estas representadas pela camada horizontal e vertical. 

  • Linha horizontal: são séries de competências e habilidades mais generalistas, que o torna um profissional multidisciplinar; 
  • Linha vertical: diz respeito à sua especialização, ou seja, trata de suas competências de maior evidência. Em geral, um profissional possui uma ou duas habilidades mais profundas. 

Portanto, o profissional t-shaped é aquele que possui uma série de habilidades generalistas, ou seja, que é multifacetado, mas que possui também competências em que é considerado especialista. 

Leia também: Trabalho em equipe: 7 dicas para incentivar a prática na sua empresa

Por que as empresas valorizam profissionais do tipo T?

Os profissionais que fazem parte do perfil tipo T são valorizados pelas empresas por sua capacidade de transitar em diferentes áreas com eficiência e criatividade. 

Como destacado anteriormente, estamos vivendo em um mercado de trabalho extremamente competitivo e mutável, logo, nesse cenário, torna-se fundamental que as organizações disponham de um capital humano que consiga realizar entregas com agilidade e pautadas na inovação que o meio exige. 

A pandemia de coronavírus é uma das causas recentes de instabilidade e mutação no ambiente de trabalho. Durante esse período, as empresas precisaram se adaptar e adaptar novas estratégias para sobreviverem. 

Uma das características percebidas foi o aumento do uso do digital, seja para divulgação da marca ou para comunicação interna. De todo modo os negócios precisaram se atualizar para se manterem competitivos. 

Logo, neste período de mudanças e incertezas, passou-se a valorizar ainda mais o profissional com competências múltiplas, que seja capaz de ajudar o negócio a superar todas as adversidades que se tornaram comuns. 

Em suma, o profissional t-shaped vai ajudar as empresas das seguintes formas: 

  • Contribui para resolução de problemas de forma criativa; 
  • Tem capacidade para lidar com diferentes tipos de situações; 
  • Se integra facilmente a diferentes projetos e equipes; 
  • É inovador, tem pensamento crítico e alta habilidade para lidar com situações adversas. 

O mercado tem valorizado muito esse tipo de profissional, pois ele possui competências e habilidades multidisciplinares que o ajudam a resolver problemas de forma criativa, entregar resultados e se integrar facilmente a diferentes equipes e projetos.

O que é preciso para se tornar um profissional t-shaped?

Pode-se dizer que o profissional t-shaped é o profissional do futuro, ou seja, ele será mais valorizado no mercado de trabalho. Logo, se você quer aumentar a sua empregabilidade, é importante entender como é possível se tornar um profissional desse tipo. 

Basicamente, você terá que desenvolver algumas habilidades-chave. Essas habilidades são divididas entre as hard e soft skills. Entenda melhor em seguida. 

Hard Skills

São as competências técnicas de um profissional. Isto é, aquele conhecimento em que ele é especializado. 

Por exemplo, digamos que estejamos nos referindo a um profissional de Marketing Digital que atue em várias frentes, porém, seja focado em estratégias de SEO. Logo, sua hard skills está relacionada a esse conhecimento técnico em SEO. 

Soft Skills

São as competências comportamentais de um profissional. Isto é, habilidades que envolvem o comportamento e personalidade do indivíduo. 

Ainda no exemplo do profissional de Marketing Digital, para atuar nessa área ele precisará de uma série de soft skills, como por exemplo: 

  • Criatividade e inovação; 
  • Senso crítico; 
  • Ser orientado a dados; 
  • Pensamento ágil. 

Leia também: 11 métricas de marketing para acompanhar o sucesso do seu negócio

Principais habilidades do profissional t-shaped 

Primeiramente, é importante deixar claro que o conjunto de competências-chave de um profissional vai depender muito de sua área de atuação. Isto é, um gerente de vendas terá habilidades bastante distintas de um analista financeiro, por exemplo. O primeiro deve ser mais persuasivo, o segundo já precisa de mais senso crítico. 

Contudo, existem algumas competências que são vistas como diferenciais por vários setores. Listamos algumas delas: 

  • Adaptabilidade: principalmente em períodos de crise, o profissional t-shaped deve ser capaz de se adaptar aos novos cenários, conseguindo responder com agilidade às situações adversas que possam surgir pelo caminho;
  • Liderança: é um profissional capaz de influenciar e persuadir pessoas. Ele deve saber como delegar funções e extrair o melhor de cada membro do seu time;
  • Criatividade e inovação: ganha destaque o profissional capaz de propor soluções criativas para lidar com as adversidades de um mercado tão incerto e volátil;
  • Flexibilidade: o profissional deve saber como se adaptar a cenários distintos de forma estratégica;
  • Inteligência emocional: o profissional t-shaped deve conhecer seus pontos fortes e saber como usá-los a seu favor, assim como deve saber administrar seus pontos fracos.  

A Workise + Monday te ajuda a extrair o melhor do seu time 

Cabe à empresa e às lideranças extrair o máximo do potencial da sua equipe. Para isso, é importante que ela ofereça uma estrutura de trabalho adequada, que permita que os profissionais executem suas demandas de forma ágil, organizada e direcionada. 

A Monday é uma das plataformas de gestão de projetos mais utilizadas em todo o mundo e que proporciona uma série de benefícios. Dentro da ferramenta é possível acompanhar de perto todos os processos, status de todas as atividades e atualizações diárias. 

Hospedada na nuvem, a ferramenta é moderna, intuitiva e prática. Ela centraliza todo o fluxo de trabalho de uma empresa em um só lugar, tornando a rotina muito mais ágil e simplificada. 

Nós da Workise ajudamos sua equipe durante todo o processo de implantação da plataforma. Oferecemos configurações assistidas e treinamentos para que todos possam usufruir ao máximo de todas as funcionalidades da Monday. 

Faça um teste grátis por 14 dias e comprove seus benefícios. 

publicado em maio 13, 2022
por E-Dialog Agência
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Open chat