Converse com um especialista
Gestão de projetos

Gestão de contratos: 9 passos para um gerenciamento eficaz

29 de julho 6 min. de leitura

A cultura organizacional vem ganhando cada vez mais importância entre as organizações. Isso porque ela torna claro o posicionamento do negócio e traz uma série de benefícios como aumento da satisfação dos colaboradores e direcionamento mais assertivo de ações de branding. 

Sua empresa tem uma cultura clara? Ela é aplicada de fato na rotina do negócio? Ao longo deste artigo você irá conferir algumas dicas sobre o tema. Continue lendo e fique por dentro! 

O que é cultura organizacional?

A cultura organizacional pode ser definida como um código de conduta da empresa. Isto é, diz respeito a um conjunto de crenças, normas e hábitos praticados por uma organização. 

Portanto, ela está relacionada com a missão, visão e valores do negócio. É uma forma de posicionar a empresa, mas também um modo de orientar sobre aquilo que se espera de seus colaboradores. 

Qual a importância de ter uma cultura da empresa?

Além de criar um posicionamento claro para a empresa, a cultura organizacional ajuda no sentimento de pertencimento dos colaboradores. 

Atualmente, além da remuneração e plano de carreira, as pessoas buscam identificação com as empresas que trabalham, buscam objetivos em comum. Esse fit de propósitos torna a relação mais satisfatória para ambas as partes. 

Outro aspecto importante de se ter uma cultura organizacional é que ela ajuda no direcionamento das decisões em todos os setores, o que ajuda a tornar a empresa mais alinhada como um todo. 

Principais benefícios

  • Cria uma sensação de pertencimento nos colaboradores;
  • Torna a empresa mais atrativa para novos talentos; 
  • Tomadas de decisões mais assertivas e alinhadas com o propósito do negócio; 
  • Menores taxas de turnover; 
  • Aumento do engajamento e da produtividade; 
  • Ajuda a identificar perfis de colaboradores mais alinhados com a empresa durante os processos seletivos. 

Leia também: Gestão do tempo e produtividade: 9 dicas práticas para aplicar

Tipos de cultura organizacional

Você sabia que existe mais de uma modalidade de cultura organizacional? O autor e filósofo Charles Handy dividiu a metodologia em quatro categorias distintas. Falamos sobre cada uma delas abaixo. Confira!

Cultura de poder 

Esse tipo de cultura coloca o foco nas figuras de poder da empresa. Portanto, aqui as decisões são centradas em figuras de liderança. 

Além disso, essa modalidade também é muito focada na geração de resultados e no estímulo da competitividade na equipe como modo de alcançar os objetivos do negócio. 

Cultura de tarefas 

Esse tipo de cultura organizacional direciona o foco para os projetos em si e, geralmente, contam com profissionais específicos para cada tarefa. Isto é, pessoas especializadas em determinada função, o que contribui para que o trabalho seja mais eficiente e direcionado. 

Além disso, nesse tipo de ambiente, o profissional tem liberdade para exercer sua função como bem entender, ou seja, ele assume a responsabilidade sobre os seus resultados. 

A grande vantagem desse modelo é que os colaboradores sentem-se mais valorizados e motivados. 

Cultura de pessoas 

É a cultura organizacional focada nas pessoas e em sua valorização. Ou seja, é quando a empresa coloca seus colaboradores no centro das ações. 

Nesse caso, não há diferença de tratamento de acordo com cargo ou hierarquia da empresa. Todos são tratados, ouvidos e valorizados da mesma forma. 

A vantagem desse modelo é o investimento no crescimento profissional de cada colaborador, o que contribui para aumento de retenção de talentos, maior engajamento e, consequentemente, elevados níveis de produtividade. 

Cultura de papéis 

É um modelo de cultura organizacional mais pragmático. As estruturas hierárquicas são bem definidas, há pouca flexibilidade na execução das tarefas e o modelo de negócio é bastante orientado por regras. 

A desvantagem aqui é que não há muito espaço para mudanças e inovações, o que dificulta quando a empresa precisa lidar com períodos turbulentos que exigem uma certa capacidade de adaptação. 

Dicas de como aplicar a cultura organizacional

Listamos abaixo algumas práticas importantes para aplicar a cultura organizacional na rotina do seu negócio. Veja só! 

Defina a missão, visão e valores do negócio 

Um dos passos mais importantes para estruturação de uma cultura organizacional é a definição da missão, visão e valores da empresa. Além disso, é fundamental que esses conceitos sejam disseminados para todos os membros da organização. 

Confira quais são as definições de cada um desses pontos. 

Missão 

A missão é a razão pela qual a empresa existe, ou seja, a definição do motivo pelo qual ela foi criada. 

Em outras palavras, a missão deve refletir o propósito e identidade da organização. 

Visão 

A visão é a definição de onde a empresa pretende chegar em determinado espaço de tempo. Afinal, o que o seu negócio deseja alcançar? 

Portanto, a visão é a frase que traduz qual é o objetivo principal da organização. 

Valores 

Os valores são o modo como a empresa deseja ser reconhecida por seus clientes, colaboradores e na sociedade em geral. Portanto, são os princípios do negócio. 

A definição dos valores é muito importante, já que eles são usados como guia para orientação do comportamento e conduta da empresa como um todo. Estes devem ser aplicados e disseminados diariamente nas decisões corporativas. 

Tenha uma equipe alinhada com a cultura da empresa 

Para que a empresa crie de fato uma cultura organizacional, é fundamental que ela conte com pessoas alinhadas com o seu propósito. Por isso, ela deve ser usada como guia em todos os processos seletivos. 

Portanto, o objetivo deve ser encontrar pessoas que tenham uma boa compatibilidade com o negócio. Assim, os colaboradores ganham um ambiente de trabalho onde eles se identificam e o negócio ganha pessoas engajadas e alinhadas com os seus objetivos. 

Aplique a cultura no dia a dia

Nada adianta criar uma cultura se ela não é aplicada no dia a dia do negócio. Por exemplo, digamos que uma determinada empresa se posiciona com uma cultura focada em pessoas, mas na prática ela não tem um plano de carreira para seus funcionários e nem não ouve suas queixas. Logo, a cultura organizacional não está sendo praticada corretamente, certo? 

É preciso internalizar essa cultura em toda a empresa, lideranças e membros precisam que o propósito esteja claro e aplique-o em todas as suas decisões. 

Leia também: 5 dicas para um trabalho em equipe eficaz

Como a Monday pode ajudar na estruturação da cultura organizacional? 

Um dos pontos mais importantes para disseminar a cultura da empresa é a integração e alinhamento da equipe. Mas, muitas vezes, há descentralização das tarefas, o que dificulta que isso aconteça na prática. 

Com uma ferramenta como a Monday, sua empresa passa a centralizar tudo em um só lugar,  tornando a rotina muito mais ágil e simplificada. 

A troca entre membros da equipe e também com os gestores é importante para geração de ideias, feedbacks e controle de tarefas, tornando assim o fluxo de trabalho muito mais dinâmico. 

Uma ferramenta de gestão permite que toda a equipe se comunique com facilidade através do chat, além de poderem acompanhar e monitorar a atualização de projetos em que estão envolvidos. 

Aproveite 14 dias grátis na plataforma e experimente todas as suas funcionalidades. 

Array

Vamos tornar a sua gestão de processos mais otimizada?

Converse com um especialista
Política de Privacidade Política de Cookies Portal LGPD